Razões para os casais serem swingers

Depois mais de 10 mil anos de evolução humana, enfim chegamos ao século 21, e hoje há muitas razões para um casal ser swinger, no entanto os estigmas criados em torno do assunto por falta de conhecimento sobre os benefícios que esse estilo de vida pode proporcionar é o motivo pelo qual muitos nem consideram permitir que seu pensamentos libertinos tornem-se realidade. Então como o objetivo dessa revista é colocar luz sobre o assunto, vamos listar aqui algumas razões para o casal se tornar swinger.

Realização das fantasias dos dois

Muitas pessoas em um relacionamento normal, temem expressar seus desejos mais profundos. Muito menos iniciam conversas sobre assuntos que são TABUS para seus parceiros. As vezes a fantasia do seu parceiro é um desses TABUS, mas vocês não falam sobre o assunto apenas por medo ou preconceito. Quando o casal se torna liberal, a probabilidade de realizar as fantasias guardadas é muito maior, ao invés de sofrer com um relacionamento que não permite que você seja você mesmo, em um relacionamento liberal vocês podem levar para sua vida sexual todos os brinquedos e fantasias que sintam vontade, isso faz com que o relacionamento floresça e o produto final é a felicidade, uma das razões para se tornar liberal.

Reduz o índice de traições conjugais

A traição é por definição a quebra de confiança entre os cônjuges por infidelidades. A traição ou a desconfiança de estar sendo traído(a) são dos motivos mais frequentes das separações entre os casais. O que não acontece em um relacionamento liberal. Porque além do seu parceiro saber do que está acontecendo por acordo entre vocês, tudo se torna mais simples. Se um parceiro está atraído(a) sexualmente por outra pessoa ou pessoas, basta ambos iniciarem conversas sobre o que sentem vontade, para que enfim cheguem em um acordo de permissões sexuais. Ou seja, em um relacionamento liberal, se você está com vontade de transar com outra pessoa, basta ambos concordarem em realizar essa fantasia e praticar aquela putaria.

O casal aprende a desenvolver novas técnicas

Uma vez que o sexo não é restrito apenas ao mesmo parceiro, a experimentação do sexo com outras pessoas, pode proporcionar um maior conhecimento em novos jeitos de sentir e dar prazer ao seu parceiro. Como ambos experimentam jeitos diferentes de fazer sexo, quando se juntam o sexo fica diferente, mais gostoso, mais safado. As vezes um novo jeito de bombar, de rebolar, de chupar pode ser aprendido com outras pessoas durante a vida do casal, e isso com certeza maximiza o prazer entre os parceiros. A ideia de experimentar coisas novas e técnicas novas é a melhor forma de obter satisfação daqueles que ele/ela encontra e traz. Isso só pode ser possível sendo swinger e estando em um relacionamento aberto.

Transição para um relacionamento muito mais maduro

Muitos casais têm passado pelo inferno em seus relacionamentos com razões de levá-lo a um divócio. Porém uma vez transformam seu relacionamento em um liberal, isso estabelece uma nova forma de enxergar as coisas. Faz os casais tornarem-se mais compreensivos, temos ouvido muitos deles dizerem que seus relacionamentos estavam indo para o buraco. Depois que viraram swingers o relacionamento ganhou impulso e trouxe compreensão mútua ao casal.

Fazer amizades mais duradouras

Como swingers os casais podem interagir com outros casais no grupo swinger. Esta interação leva a fazer muitas e divertidas amizades. Isso faz com que o casal aprecie novas companhias. Aumenta o círculo social e a quantidade de convites para festinhas particulares, baladas e viagens. Mas também há amizade formada dentro do swing tão cúmplice que existem casais com amizades de mais de 20 anos nesse meio. Aproveitem a amizade.

Reduz a taxa de infecções por doenças

Como a prática do swing incentiva a livre relação do seu parceiro com outras pessoas. Isso é algo para dar prazer, então a forma de agir é muito mais cúmplice. Pois ao interagir com uma pessoa fora do casamento o parceiro vai pensar também no bem estar do outro. E isso por sua vez incentiva a prática do sexo seguro. Pois todos querem continuar a putaria por mais tempo e sem serem interrompidos por doenças sexualmente transmissíveis. Então previna-se e boa foda… ops boa sorte!

 

 

Curtiram? Então compartilhem, pois isso nos ajuda bastante!

 

Reinaldo Espada

Editor e Redator da Revista Swing, aficcionado em filmes, super antenado em novidades tecnológicas, adora casas de swings e encontros liberais. Forma um casal liberal com a Raissa Espada sua esposa CRS 43965 .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *