Pêlo sim, pêlo não, no swing, higiêne é depilação?

Certamente existem inúmeros artigos sobre o assunto pêlo. Porém, apenas poucos realmente voltados para o universo liberal e suas concepções. Claro, que antes de começarmos escrever, falamos com várias pessoas para saber a opinião delas à respeito. E a verdade é que tem variados tipos de gostos e motivações, por isso nem vamos apresentar números.

Algumas mulheres  aceitam e até gostam de pêlos em homens nas regiões da barba, peito e pernas, enquanto outras não curtem pêlos pubianos, e quase a maioria não curte pêlo nas costas e ouvidos. Essas tendências se refletem no swing, porém nesse universo a moda do momento é a ausência total dos pêlos pubianos nos homens e total ausência de todo tipo de pêlo nas mulheres e motivo que surpreende. Muitas descrições em perfis em redes sociais swingers fazem a ligação da depilação com higiene. Tudo bem querer aderir a moda, mas apelar para o senso comum sem nenhum tipo de prova é sinal de preguiça intelectual.

É fato que uma bucetinha lisinha tem uma textura extremamente agradável para a língua, e para a dona, o fato dela estar depilada torna a região mais sensível aos estímulos o quanto mais recente for a depilação. E no caso dos homens, a depilação pubiana serve muito mais para fins estéticos, como alongar a silhueta da rola, os testículos mais atrativos para serem chupados do que para dar a sensação de limpeza que também é claro que é um dos motivos para se fazer.

Depilação é sinônimo de Limpeza?

Não necessariamente, a higiene está relacionada em primeiro lugar à limpeza da área, e não com a quantidade de pelos. “Pode-se ter uma higiene excelente mesmo com os pelos”, explica a ginecologista Sueli Raposo, do laboratório Exame, em Brasília. Dessa forma, uma área íntima depilada, mas cuja mulher não faz a limpeza adequada, não será mais higiênica do que uma região bem cuidada e sem depilação.

Não depilar deixa a região mais sujeita a odores?

Apenas se a higiene não estiver sendo feita de forma adequada. “A depilação pode facilitar a higiene, e dessa forma fazer com que os odores diminuam”. Explica a dermatologista Valeria Campos, da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Isso ocorre porque na base do pelo há glândulas que produzem suor e gorduras para lubrificar e resfriar a pele. Elas podem se acumular e causar um odor desagradável, mas isso se o local não for higienizado corretamente. “O mau odor sentido também pode ser devido a alguma infecção vaginal não relacionada ao pelo. Sendo necessário procurar um ginecologista para avaliar e tratar”, afirma Sueli Raposo.

Depilar Escurece a pele

“Qualquer irritação pode gerar um escurecimento local. Por isso a melhor depilação deve ser escolhida com muito cuidado, respeitando as características da pele para não prejudicá-la”, diz a dermatologista Valéria. E segundo a ginecologista Fernanda Araujo Pepicelli, da Clínica MedPrimus. A melhor forma de depilar a região íntima é mantendo alguns pêlos perto da entrada da vagina e do ânus. “Nestes locais pode-se usar uma tesourinha para deixar os pelos pequenos, sempre tendo o cuidado para não se cortar”, orienta.

Agora sim, se você tem preferência por bucetinha lisinha e rola sem pêlos saiba que é pela sua libido. Ou se você quer deixar pêlos agora sabe que não é anti-higiênico. Sendo assim, simbora swingar sem frescuras, e com mais liberdade de escolha, não imposição.

Reinaldo Espada

Editor e Redator da Revista Swing, aficcionado em filmes, super antenado em novidades tecnológicas, adora casas de swings e encontros liberais. Forma um casal liberal com a Raissa Espada sua esposa CRS 43965 .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *