Dominatrix Augusta – Lugar de segredos antigos e novos

Não é segredo que o meio liberal traz consigo muitas cores e nuances de fantasias sexuais, que devem ser respeitadas. Além do mais, o universo liberal não é algo contemporâneo, e que pertence apenas ao século 21, é muito mais antigo. A Casa Dominatrix Augusta é uma relíquia dentro do cenário paulista que surgiu nos anos 20 e existe até hoje.

Como Surgiu?

A fundadora chamada de Augusta era uma jovem nascida na Ilha de Malta, e que se tornou herdeira da fortuna da família logo cedo. Então ela empreendeu uma viagem mundo afora. Passou por Normandia, Kilimanjaro, extremo Oriente e por fim Brasil onde estabeleceu residência em São Paulo. Ela era conhecida por sua elegância e por circular pelas altas esferas e guardar muitos segredos da sociedade paulistana. “Senhora protetora e guardadora dos segredos da intimidade e dos fetiches. Augusta triunfou praticamente soberana na noite paulistana daqueles anos fugazes do “Modernisme” paulistano.” segundo o site oficial.

Como é o local?

O casarão onde ela morava que ainda existe e é sede da Casa Dominatrix Augusta, era excêntrico e exuberante. E era nesta casa que aconteciam as sessões desejantes da Dominatrix Augusta. E é lá que ainda hoje, homens e mulheres que se rendem aos caprichos envolventes e sedutores da prática BDSM.
Ficam entregues à voz dominante que se impunha com mão de ferro num reino de prazeres, na mais sofisticada perversão, dor e delícia. Os frequentadores da casa de Augusta na década de 20, buscavam a fuga do Mundo Racional: o Sonho da Razão produz Monstros – diziam. Sendo assim, a Casa de Augusta tornou-se refúgio de artistas, poetas, intelectuais, gays amigos de Augusta e que eram protegidos, vanguardistas e toda a espécie de seres desejantes.

O refúgio dos modernistas, e agora dos adeptos contemporâneos

Informações do site oficial: “Dizem as vozes mais esclarecidas que os grande nomes da Semana de 22 passaram pela Casa de Augusta e tiveram lá alimento para suas almas e fonte de inspiração.
É um local com muitas lembranças e lendas, além de histórias e memórias secretas de entrega, desejo, dominação. Após anos oculta na metrópole, a Casa de Augusta, ou Dominatrix volta a brilhar em 2015. Lá estão as memórias daqueles que intensamente viveram. Espaço destinado aos novos fetichistas da metrópole Complexa, a Casa está novamente aberta à visitação para todos os corações que desejam dominar, se entregar e  celebrar os fetiches e as realizações sublimes da alma humana.

Hoje tem

Nesta terça-feira (27), o Dominatrix Augusta realiza uma festa fechada, que rola das 16h à 00h. ‘Volúpia’ é um encontro liberal, onde todos são bem vindos para satisfazer seus desejos mais libidinosos.

Na ocasião, a atriz, modelo e dominadora Mel Fire, vencedora do prêmio Sexy HOT 2017, realiza uma performance de strip-tease. Como trilha sonora, o melhor do bom e velho rock’n’roll.

A entrada se reverte em consumação. Mulheres pagam R$50, homens R$120 e casais R$80.

Para mais informações e reservas, escreva para dominatrixaugusta@gmail.com

:: Serviço ::

Volúpia [Encontro Liberal]

Dominatrix Augusta – Rua Fernando de Albuquerque, 171 – Consolação

Reinaldo Espada

Editor e Redator da Revista Swing, aficcionado em filmes, super antenado em novidades tecnológicas, adora casas de swings e encontros liberais. Forma um casal liberal com a Raissa Espada sua esposa CRS 43965 .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *