Dicas para casais que querem ir à caça em baladas P&B

Depois de matérias sobre bi feminino e bi masculino para ajudar pensar nos conceitos que são formados dentro do meio, é hora de uma que ajude aos decididos, iniciantes e veteranos a fazerem suas abordagens nas baladas, a caça. E para que possa ficar mais interessante, as sugestões e dicas serão voltadas para as abordagens de casais coloridos dentro de ambientes P&B para aliciar solteiros, solteiras e até casais para uma boa putaria.

O casal pode até chegar no seu alvo e dizer exatamente o que quer com ele e o porque, no entanto o risco de assustar é muito grande, pois como o universo liberal é muito pouco divulgado, falado nas grandes mídias e até mesmo discutido, muito poucas pessoas tem conhecimento da existência de praticantes tão próximos de seus círculos sociais, ou seja, a chance do choque de realidade fazer o alvo não acreditar que é verdade é muito elevado.

E tem uma consideração muito importante que o seu alvo pode fazer a seu respeito que não há como controlar, que é o medo de que algo de mal possa estar em vias de acontecer, a desconfiança de que tudo pode ser uma estratégia para assalta-lo, sequestrá-lo ou pior. E convenhamos, as estratégias dos marginais estão tão sofisticadas quanto os mais tenebrosos filmes de suspense, e isso assusta todo mundo mesmo, tudo reforçado pelos noticiários que hoje em dia adoram noticiar desgraças, mas enfim, leve em consideração que o medo do seu alvo é um fator determinante, ok?

Casal X Solteiro

A esposa vai à caça

Para colocar essa estratégia em ação a esposa precisa estar disposta e com tesão para a caça. Então ela vai para a pista de dança, mesa no barzinho, fumódromo ou outro lugar dentro do ambiente que permita o flerte. E flertar até conseguir agarrar um solteiro gostoso, safado e deixá-lo se aproveitar bem da situação. O maridão pode deixá-la soltinha, aparentemente solteira. Pode fingir ser apenas um amigo colorido, fingir ser um primo,  entre outros.

O que importa é manter a situação o mais descontraída e safada o possível. Insinuações maliciosas  e cheias de sensualidade podem direcionar bem a conversa. Quem não é do meio se assusta com muita libertinagem, então proporcionem um papo menos tenso possível. Usem a criatividade para introduzir o assunto sexo a 3, uma boa isca é a esposa fingir-se de embriagada safada e confessar que quer dar para os dois, analisem a reação do target, faça-o ficar curioso, querer saber mais e mantenha-o estimulado.

O marido vai à caça

Essa estratégia é bem simples mesmo, sem grandes investidas mirabolantes. Mas também as taxas de acerto irão variar de acordo com a habilidade social do marido, ok? Nessa investida quem vai assumir o papel de gancho é o marido. A esposa caça o macho que mais à agrada, de preferência o que já flertou com ela para facilitar a aproximação do marido. E então o marido vai abordar o target. Vai falar que é amigo de trabalho, de faculdade, colorido, primo, ou se tiver habilidade para conduzir a situação pode falar que é marido. Enfim, o marido vai contar para o macho que flertou com a esposa o que ela quer. Você pode falar que ela está afim e doidinha para dar. Mas só depois de chamar ele para conversar com ela, ou sentar à mesa com vocês. A intenção é de incentivar, instigar a curiosidade e vontade do macho.

Casal X Solteira

Com as solteiras, a abordagem masculina apenas torna um pouco mais difícil o engajamento com a ideia do sexo à três, claro que isso depende muito da astúcia e habilidade de conversação do marido. Então vamos apontar uma abordagem diferente.

O Casal vai à caça

Essa abordagem deve ser bem sutil, de preferência com a esposa do casal fazendo um gancho de aproximação. Pode ser conversando coisas corriqueiras, se divertindo dançando junto, ou chamando para beberem juntos. Para depois iniciarem o cultivo de ideias sobre liberalismo, sexo a 3 e assim estender para um convite mais ousado. Ao contrário do que se pensa as mulheres P&B tem a mente muito mais aberta que os homens, e esse tipo de assunto desperta curiosidade, e intriga muito, então aproveite a deixa e apresente o universo.

A esposa vai à caça

Somente o fato de ser uma mulher conversando com outra mulher já torna a abordagem sutil e muito discreta. Isso é um ponto a favor de uma conversa mais picante. E essa abordagem pode  acontecer durante uma dança, ou durante uma ida ao fumódromo, ao barzinho pegar uma bebida ou ao banheiro. Óbvio que antes de iniciar qualquer aproximação tem que ter tido um flerte ou um contato visual curioso previamente. Locais que podem aumentar o índice de sucesso das aproximações femininas em solteiras são baladas LGBT. Mas como estamos falando em baladas P&B tentem visitar baladas no interior. As mulheres têndem a ter uma curiosidade mais ávida em regiões afastadas dos grandes centros. Portanto caso estejam no interior, sejam muito discretos com as aproximações e isso pode render frutos.

Casal X Casal

Esse é um belo desafio, seduzir uma pessoa P&B seja do sexo masculino ou feminino não é fácil, então imaginem a perspicácia necessária para seduzir um casal P&B, uma estratégia é deixar que a esposa comece a fazer insinuações para a esposa P&B, de preferência os dois casais têm que estar em um papo agradável, cheio de malícias e bebericando.

Como  vocês são 2 casais conversando, nada mais normal do que começarem a contar sobre as peculiaridades da vida a dois. Conversas descontraídas com teor de humor, são sempre desinibidoras se somadas à algumas doses. Então sua esposa pode começar a contar como você é um safado, viciado em sexo. Afim de incentivar as revelações safadas do outro casal. Deixe degringolar para o sexo (mas tenha o bom senso de perceber as nuances da conversa para ver se estão agradando). Aos poucos deixe escapar seus gostos, gere curiosidade, as perguntas vão surgir naturalmente. Começaram a perguntar? Responda culpem a bebida, digam que não era para estarem contando. Crie um ambiente de segredo, mas principalmente de amizade e cumplicidade. E tenham paciência, talvez vocês não consigam atingir o objetivo no dia. Mas troquem telefones, marquem outros encontros. Água mole pedra dura lembram-se?

Outras considerações

Ai você acabou de ler essa matéria, achou demais e está afim  de testar. Você vai decorar tudinho que está escrito aqui? Você vai seguir tudinho à risca como se fosse uma receita de bolo?

CLARO QUE NÃO amigos, lembrem-se que estão lidando com o fator humano, isso inclui tanto você quanto os outros, então leve em conta que fatores como humores, embriaguês e disponibilidade social e psicológica podem influenciar tanto nas decisões quanto nos rumos do diálogo. Essa matéria não é uma receita de bolo, são dicas baseadas em nossas experiências e nas de nossos amigos. Sejam sensatos, não chatos.

Compartilhem. Isso está nos ajudando bastante

Reinaldo Espada

Editor e Redator da Revista Swing, aficcionado em filmes, super antenado em novidades tecnológicas, adora casas de swings e encontros liberais. Forma um casal liberal com a Raissa Espada sua esposa CRS 43965 .

3 comentários em “Dicas para casais que querem ir à caça em baladas P&B

  • abril 18, 2017 em 10:52 am
    Permalink

    Gostamos da dica que essa página ofereceu

    Resposta
  • maio 23, 2017 em 1:45 pm
    Permalink

    Não tenho problemas de ereção mas adoro chupar e lamber demoradamente uma mulher gostosa até o gozo, depois a penetrarei
    Sou pessoa discreta, excelente nível e contato inicial somente pelo e mail acima.
    Quero conhecer solteira fogosa ou casada cujo marido queira ver sua amada transando comigo.
    machoalfasorocaba@bol.com.br
    Tenho excelente nível e contato inicial pelo e mail acima.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *